Sala de Aula

O Dia-a-Dia na sala de aula, experiências,descobertas, sensações.

Receba nossas atualizações em seu e-mail!

Sala de Aula no Facebook

>

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Avaliação na Educação Infantil - Movimento

O movimento é algo vital na Educação Infantil, e um erro corrente é reprimir ao máximo o movimento na sala de aula  - há profissionais na Educação Infantil que equivocadamente querem que as crianças fiquem sentadas quietas durante mais de cinco minutos, realizando uma atividade de colagem, pseudoescrita...
Não é errado ensinar às crianças que "há hora para cada coisa", e que há atividades que devem ser mais calmas.Porém, em se tratando de crianças na faixa etária até 5 anos, sabe-se que aprendem mexendo, movimentando-se, tocando e que exigir que assistam a um filme de duas horas ou que passem todo o tempo dentro das salas de aula apenas sentadas, vai garantir estresse tanto para elas quanto para o(a) educador(a).

Uma outra ideia corrente é trabalhá-lo apenas de maneira dirigida, (nas aulas de Educação Física, por exemplo) e deixar as crianças brincarem livremente na hora do parque.

Vejamos quais os objetivos do trabalho com o Movimento na Ed. Infantil, segundo o RCN (Referencial Curricular Nacional e atividades possíveis:

1. Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo e apropriar-se progressivamente da imagem global de seu corpo, conhecendo e identificando seus segmentos e elementos e desenvolvendo cada vez mais uma atitude de interesse e cuidado com o próprio corpo. ;  Criando brincadeiras em frente ao espelho, comparando alturas, brincadeiras com danças, coreografias, brinquedos cantados mencionando partes do corpo...

2. Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais para expressar-se nas brincadeiras e nas demais situações de interação; Além da dança e música já mencionadas acima, brincadeiras como pega-pega, amarelinha, esconde-esconde, cabra-cega...

3. Deslocar-se com destreza progressiva no espaço ao andar, correr, pular, etc, desenvolvendo atitude de confiança nas próprias capacidades motoras;  O parque da escola é muito útil para isso: descer e subir escadas, impulsionar o balanço, equilibrar-se em troncos, pular sobre e dentro de pneus, apostar corridas...

4. Explorar e utilizar os movimentos de preensão, encaixe, lançamento, etc., para o uso de objetos diversos e para ampliar suas possibilidades de manuseio de diferentes materiais e objetos; Jogos com bolas, peças de encaixe (muitos chamam de "legos"), até mesmo brincar de fazer "aviõezinhos" para ver qual voa mais longe; criar jogos em sala, que as crianças possam recortar, pintar, decorar, como por exemplo o bilboquê;

5. Ampliar as possibilidades expressivas do próprio movimento, utilizando gestos diversos e o ritmo corporal nas suas brincadeiras, danças, jogos e demais situações de interação; Criar teatros, movimentos para músicas, encenar músicas infantis...

6. Explorar diferentes qualidades e dinâmicas do movimento, como força, velocidade, resistência e flexibilidade, conhecendo gradativamente os limites e as potencialidades de seu corpo; Incentivar as crianças a subir no trepa-trepa, no parquinho; imitar movimentos de animais...

7. Controlar gradualmente o próprio movimento, aperfeiçoando seus recursos de deslocamento e ajustando suas habilidades motoras para utilização en jogos, brincadeiras, danças e demais situações;  Como por exemplo a brincadeira "O mestre mandou"


Na próxima postagem, falaremos sobre a Música na Educação Infantil

Fonte de pesquisa: Blog Educação Infantil

2 comentários:

  1. Mari,
    estou achando interessantíssimo este teu blog, embora assumo que nem sei comentar direito, visto que educação não é minha área de atuação, mas virei seguido para ler, com certeza. E que bom que você colocou espaço para os seguidores, assim também acompanho na lista de leituras.
    Beijos e parabéns por este espaço!

    ResponderExcluir

Fique à vontade para expressar suas opiniões, desde que com educação e bom senso. Respondo aos comentários aqui no blog.